Coluna de Jessica Camargo, “As Minas na Música”, estreia em grande estilo mostrando que o lugar da mulher é onde ela quiser, inclusive no role alternativo.

A presença da mulher na cena musical alternativa tem aumentado a cada dia mais. Mesmo assim sabemos que não é nada fácil chegar lá e ainda temos muito preconceito e muitas barreiras para quebrar. Por isso nada mais justo que falarmos sobre as mulheres que estão aí, fazendo esse corre na música e representando maravilhosamente bem.

A Larissa Conforto, baterista no power trio Ventre (RJ), é prova que lugar de mulher é onde ela quiser. Decidir seguir a carreira musical no Brasil já não é fácil, sendo mulher e ainda tocar bateria piorou, assim como acontece em diversas áreas que são estereotipadas para homens.

Larissa, é uma baterista talentosíssima (leia-se foda pra buceta) que arrebenta em todos os shows, a força da sua presença no palco é algo incontestável. Durante as apresentações da Ventre ela sempre toma a palavra, e fala aquilo que tá entalado nas nossas gargantas, é como se fosse um recadinho, só pra lembrar que não iremos mais nos intimidar.

Esse espaço conquistado por ela é uma vitória para todas as mulheres, sem contar que a sua simpatia e atenção em ouvir as fãs que a procuram, e ainda oferecer palavras de amparo e força, desconstrói fortemente a ideia que somos rivais.

Além de trabalhar com a banda Ventre, Cheddars e o projeto Xóõ a Larissa Conforto ainda é produtora, Dj, CEO na empresa Swing Cobra e participa do PROJETO de FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL GIRLS ROCK CAMP BRASIL: um acampamento só para meninas com oficinas/palestras e iniciação básica à música, ministrado apenas por mulheres. Tamanha é a importância e representatividade dessa mulherona.

Ouça o disco de estreia do supergrupo Xóõ:

Pacóvios: Cultura independente de tudo.