Tão importante quanto os filmes atuais, os filmes clássicos também tem seu espaço na história e no imaginário popular. Seja por uma cena, ou por conta da influência que o filme leva por anos, são peças inesquecíveis, que precisam ser assistidas por todos.

Sábado Clássico #1 – Alien, o Oitavo Passageiro:

E, para isso, vou começar a apresentar para vocês alguns filmes clássicos que tem tanta influência na cultura, construção de outros filmes. Seja com a idade que tenha. E hoje o escolhido ganhou mais um capítulo nestas últimas semanas. O escolhido de hoje é Alien – O Oitavo Passageiro.

Dirigido por Ridley Scott, este é o primeiro filme de uma das franquias mais lucrativas do cinema e que nos apresentou um dos monstros mais aclamados de todos, o Alien Xenomorfo, além de alçar Sigourney Weaver ao patamar das grandes estrelas de Hollywood.

Sua história é bem básica. Os tripulantes da nave rebocadora Nostromo estão em sua viagem de volta para terra, rebocando uma refinaria e mais 20 milhões de toneladas de minério. Eles são acordados quando uma transmissão de origem desconhecida chega a nave. Quando eles decidem investigar, percebem que não deveriam ter mexido com algo que estava a tempos dormindo.

Concebido como um filme Sci-fi, com conceitos e ideias da ficção científica muito bem definidos, cenários bem montados e um design dos monstros muito bem alinhado e memorável, ele também é um filme de terror genuíno e que traz um frio na espinha de qualquer um. E isto também é muito da parte do design. Os cenários são escuros e pequenos, perfeitos para uma máquina de matar, como o Alien fazer as suas vítimas.

Os personagens são os modelos clássicos de filmes de terror, mas incrivelmente você se importa com o que acontece com eles e com o que acontece com eles, diferente de um filme slasher normal (como Jason ou Michael Myers). Nenhum dos atores é excepcional em suas atuações, mas eles passam o que precisa ser passado com a intensidade correta.

O destaque fica por conta de Sigourney Weaver e a sua Ripley, que se mostra cada vez mais forte durante a película, mesmo com um começo mais como primeira imediata. Ela acaba sendo a mais sensata, além de tomar a liderança do grupo depois de certos eventos na história.

 

Enfim, mesmo datado, Alien é um filme que demonstra como uma direção inspirada, juntamente com uma história coesa e personagens cativantes, pode ficar marcado na história e na paixão pelos filmes. É uma obra prima claustrofóbica, original e assustadora, que vale a pena ser assistida ainda atualmente.

Wags Junior é jornalista, publicitário e ia se ferrar em um encontro com o bichão.