Olá a todos, estamos de volta com mais uma edição do mangás da semana aqui no Pacóvios, e hoje meus queridos, vamos apimentar as coisas com mais uma obra de Go Nagai! A homenageada de hoje é a sensual Cutie Honey!

Cutie Honey é um mangá de aventura, ficção científica, e elementos ecchi, criado e ilustrado pelo excêntrico mangaká Go Nagai, a primeira aparição da série aconteceu na revista Weekly Shonen Champion da editora Akita Shonen, em outubro de 1973, sendo lançada até abril de 1974.

A história é sobre uma garota chamada Honey Kisaragi, que se transforma em uma heroína chamada Cutie Honey para lutar contra os vilões que a ameaçam a ela e o mundo. Enquanto o mangá de Nagai é considerado do gênero ficção cientifica, a Toei considerou que ele seria classificado como uma série magical girl (garota mágica), como Sailor Moon (1992) de Naoko Takeuti, o anime Kill La Kill (2013) escrito por Ryo Akizuki, e até mesmo As Meninas Super Poderosas Geração Z.

A série animada foi produzida pela Toei Animation (parceira de diversos trabalhos de Nagai), e exibida na emissora NET que hoje em dia é a atual TV Asahi, de 13 de outubro de 1973 até 30 de março de 1974. A série de TV foi muito censurada se comparada ao mangá, sendo removidas muitas cenas de violência, humor negro e situações lésbicas.

Originalmente, Cutie Honey era pra ser uma série shoujo (para garotas) como sua versão posterior chamada Cutie Honey Flash (1997) (com muita pouca nudez e violência excessiva). Mas a proposta de marketing foi muito bem pensada para que a série pudesse ser passada no mesmo programa e horário que um dia estreava um dos maiores sucessos de Nagai, Devilman (1972). Por causa disso, Cutie Honey foi transformada em uma série shonen (para garotos), fazendo dela a primeira série magical girl feita para garotos. Para tornar o enredo mais sedutor aos olhos dos jovens garotos, foi adicionada muito mais ação, além da proposta de Nagai que era desenhar Honey muito sensual e acrescentar pequenos trechos com ela completamente pelada, geralmente durante suas transformações (muito espertinho ele rs). Isso é considerado também uma das características mais conhecidas da personagem, que é justamente esse momento de  perda temporária de toda a sua roupa no momento em que ela se transforma em Cutie. De acordo com Nagai, Cutie é a primeira mulher a ser uma protagonista de um mangá shonen.

A inspiração de Nagai para a personagem Honey veio dos clássicos tokusatsus que destacavam aquele tipo de protagonista que trocava de forma diversas vezes durantes os episódios, tais como as séries: Bannai Tarao Mysteries (1946) e Warrior of Love Rainbowman (1972).

Enredo:

Honey Kisaragi é uma garota de 16 anos do colegial, que levava uma vida normal, até que seu pai o famoso Prof. Kisaragi, foi morto por uma organização criminosa conhecida como Panther Claw. Porém antes de morrer, seu pai lhe deixa um recado, revelando que Honey na verdade era uma androide criada por ele, e que ela precisaria cuidar de um dispositivo muito poderoso, com o poder de criar qualquer coisa a partir do ar, o Air System. Ao dizer “Honey Flash” ela pode usar esse dispositivo para se transformar na incrível super-heroína Cutie Honey, entre outras transformações.

Enquanto estuda em uma escola católica para garotas, Honey procura vingança contra a Panther Claw (responsável por matar seu pai), que é comandada por um ser conhecido como Panther Zora, e sua gêmea Jill. O Objetivo de Zora é conseguir para si todos os itens mais raros do mundo, por isso ela quer muito por as mãos no dispositivo de Honey herdado por seu pai, que é capaz de criar qualquer coisa através do ar, o famoso Air System. Já sua irmã Jill quer apenas usufruir das maiores riquezas do mundo, e mesmo sendo inimiga de Cutie ela tem uma pequena queda por ela.

A melhor amiga de Honey é uma garota chamada Natsuko ou Nat-chan, no mangá Nat-Chan é um das muitas estudantes que tem uma queda por Honey, porém esse “crush” é desfeito na versão da TV.

Na escola, Honey é algo como a palhaça da sala, que se diverte provocando e pregando peças em seus professores, Alphonne e Miharu. Muita das partes cômicas da série de TV vem de Honey em sua escola. Miharu vê Honey como uma peste sem futuro enquanto Alphonne é fortemente atraído por ela e por isso sempre é uma pessoa legal com Honey.

Honey é ajudada pela família Hayami nas batalhas, composta por Danbei Hayami e seus dois filhos, o jornalista Seiji e o pequeno Junpei. Danbei é baseado no personagem Daemon de um mangá anterior de Nagai chamado de Abashiri Family (1969). O filho mais velho, Seiji é a primeira pessoa que descobre o segredo de Honey.

Honey é notável por ser uma maliciosa heroína, sempre provocando seus amigos e zombando com seus inimigos durante o combate. Quando ela se transforma em Cutie Honey no anime, ela dá um breve resumo das formas que ela se transformou anteriormente.

cutie-1

 

Honey teve diversas formas de transformações na série, as mais comuns delas são:

  • A Motoqueira (Hurricane Honey) – Uma mulher com uma motocicleta.
  • A Cantora (Misty Honey) – Uma rockstar que usa seu microfone como arma.
  • A Comissária de Bordo (Idol Honey) – Uma moça vestida como aeromoça.
  • A Cameragirl (Flash Honey) – Uma repórter que cega seus oponentes com o flash de sua câmera.
  • A Modelo (Fancy Honey) – Uma modelo de classe que usa seu cigarro de ponta longa como arma.
  • A Heroína (Cutie Honey) – Uma espadachim de cabelo vermelho, a guerreira do amor.

Fora do Japão o único país que passou o anime de Cutie Honey foi à França, com o titulo de Cherry Miel, de agosto de 1988 até fevereiro de 1989.

Após o primeiro anime, outras versões de Cutie Honey foram lançadas. A OVA chamada New Cutie Honey (1994) e a série Cutie Honey Flash (1997) para a Televisão. A OVA acontece depois dos eventos da série original, enquanto a série de TV é uma readaptação desses eventos.

Diversas versões do mangá foram produzidas durante todos esses anos:

  • Cutie Honey 90s – de 1992 á 1993
  • Cutie Honey – The Legend of an Angel – de 2001 á 2003
  • Cutie Honey a Go Go – de 2003 á 2005
  • Cutie Honey Seed – de 2004 á 2006

Filme:

Em 2004 um filme live action de Cutie Honey foi produzido pela Gainax, o enredo é similar ao anime, mostrando a batalha de Honey contra a organização Panther Claw.

  • Cutie Honey Tears – Outro filme Live Action está programado para ser lançado nesse ano de 2016.

OVA’s:

  • Re: Cutie Honey – produzida pela Gainax em 2004, teve três episódios. A OVA conta a mesma história do filme porem contem nudez adicional.

cutie-7

Honey Kisaragi antes de se transformar em “Cutie”

Série Live Action de TV:

  • Cutie Honey: The Live – foi exibida pela TV Tokyo em 2007.

cutie-2

Esquerda –  filme Live Action e Direita – Série de TV

É isso ae pessoal, com isso encerramos a edição de hoje. Cutie Honey é mais uma das incríveis obras de Go Nagai, que tiveram uma ótima repercussão durante a sua época, e que até hoje são lembradas e assistidas em diversas partes do mundo, e é claro não poderia faltar aqui no Mangás da Semana. Voltamos semana que vem com mais novidades, fiquem ligados! Fui!

cc

Até a Próxima!