Entrevista: Não Alimente os Animais fala sobre primeira tour pelo Sudeste

Quinteto de Caxias do Sul sai, pela primeira vez, de sua cidade com rumo ao sudeste, para uma tour cheia de datas e surpresas. Saiba mais e ouça Não Alimente os Animais.

A banda Não Alimente os Animais surgiu em 2014. Vinda de Caxias do Sul o quinteto – Alexandre Vinicius Alles (teclados e voz), Felipe Magon (teclados e voz), Lucas dos Reis (bateria), Lucas Chini (baixo e voz) e Luis Fernando Alles (guitarras e voz) – sai, pela primeira vez, de sua cidade com destino ao sudeste, eles começaram a tour tocando em São Paulo e agora rumam a cidade maravilhosa.

Conversamos com eles, agora mesmo, no começo da tour, a banda aproveita o espaço pra convidar todos que puderem para assistir aos seus shows que, segundo eles mesmos, é cheio de energia e carregado em pilhas de groove.

Saiba mais:

 

Pacóvios – Vocês montaram a banda em 2014 e só agora saem para uma tour no sudeste –  São Paulo e Rio de Janeiro – , como surgiu essa ideia?

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: A banda é de Caxias do Sul – RS,estamos pela primeira vez saindo para fazer um giro aqui pelo Sudeste, tendo como mote o nosso primeiro videoclipe, da música “Náufragos Perto do Cais”. Essa ideia da turnê já vinha do início do ano, quando fizemos uma ponte com as mídias e canais de música independente de SP, tendo um retorno muito massa da turma daqui. Desde então, viemos pensando e esquematizando uma grande tour por toda região.

Pacóvios – E pra alinhar a agenda de todo mundo?

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: Contamos com o booking do Lucas Bender, amigo nosso de Caxias. Ele percorreu, no final do ano passado, essa região com a Catavento, banda também de lá, conseguindo vários contatos da galera daqui.

Pacóvios – Na mochila pro sudeste vocês estão levando o primeiro disco da banda, nesse quase um ano de lançamento as apresentações ao vivo mudaram muito?

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: Nós fazemos apresentações ao vivo desde agosto de 2015, foram já mais de 150 apresentações, mas realmente a recepção do público foi muito maior depois de ter o disco lançado nas plataformas. Isso é uma coisa bacana desse meio digital que influencia até as performances ao vivo, quando o público já tem as músicas na cabeça e vem cantando junto e curtindo o show, a banda do palco sente essa energia e retransmite através do som, do groove, da pegada.

Pacóvios – Como é a relação de vocês com as bandas que dividiram palco no RJ?

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: Do pessoal que tocamos aqui, conhecíamos apenas o Ramiro da Pássaro Vadio de lá do RS, o resto do pessoal são contatos do Lucas ou dos selos daqui com quem ele trabalha. O legal foi construir essa relação com as bandas daqui, fomos sempre muito bem recebidos e vamos levar essas amizades de volta pro sul!

Pacóvios – E pós pro pós trip? Quais novidades estão na agenda e vocês podem adiantar pra gente?

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: Para a volta, já estamos organizando mais alguns shows em Caxias, Porto Alegre e região, linkando com o clipe e a Tour, além de planos para mais duas turnês, uma pelo litoral catarinense em Novembro, outra pelo interior do RS até o final do ano. Até o final do ano, também vem música nova para a galera ouvir online!

Pacóvios – Como de costume aqui no Pacóvios, a última pergunta é na verdade um espaço para que vocês deixem mensagens e recados aos leitores. Fiquem a vontade para falar

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS: Queremos deixar um convite para o pessoal comparecer nos próximos shows da banda que vão ocorrer do dia 21 ao 27 no RJ e dia 29 de volta em SP. Também agradecemos muito o pessoal pelo carinho e a resposta nos shows, além de pedir para seguirem a banda nas redes e ficar por dentro das novidades, logo logo estaremos de volta!

Ouça: Não Alimente os Animais

Serviço:

21/09 FCCR – São José dos Campos (SP) + Homens de Melo

22/09 Machina (Bolacha Psicodélica) – Rio de Janeiro (RJ) + McGee & The Lost Hope

23/09 Escritório (PFC) – Rio de Janeiro (RJ)

24/09 Aldeia – Petrópolis (RJ) + McGee & The Lost Hope

25/09 Áudio Rebel – Rio de Janeiro (RJ)

27/09 Mississippi Bar – Rio de Janeiro (RJ)

29/09 Baderna – São Paulo (SP) + Leza

Cainan Willy

Cainan Willy, 22, é um carinha raro e quase caro, formado em Publicidade & Propaganda pela Universidade FIAM FAAM apaixonou-se pela música através de ídolos nacionais como Lobão e Júpiter Maçã. Atualmente é um dos fundadores do selo Cavaca Records e no seu tempo livre aparece aqui para escrever resenhas, relatos e eventualmente faz algumas entrevistas.