Nevilton prepara o lançamento de seu terceiro disco inédito, conversamos com o músico sobre o que está por vir.

Depois de quatro longos anos sem divulgar muitas novidades, no que diz respeito a sua carreira solo, Nevilton está de volta com um disco novo em baixo do braço e prestes a lançar. Enquanto seus fãs ficaram a ver navios nesse período, o sempre gentil e jovem rapaz de Umuarama passou uma temporada ao lado da banda Vespas Mandarinas e, mais recentemente, tem se apresentado com André Frateschi, tocando clássicos do rock nacional.

O registro, que tem um nome bem motivacional “Adiante” vai ao ar amanhã (24/11), ele promete um disco unindo sua identidade simpática a elementos psicodélicos, valsas, baladas e muita diversão.

Conversamos com Nevilton, ele fala sobre o disco em pré-lançamento:

Da esq. p/ dir:Tiago Lobão, Nevilton e André Dea. – Foto: Divulgação.

Pacóvios – Cara, seu último disco saiu em 2013. Agora vocês está prestes a lançar o álbum “Adiante”, como percebe o tempo agindo nas suas composições?

Nevilton: Acho que o que mais pega com o passar do tempo, é aprendermos a lidar com nossas ansiedades e conseguirmos fazer as coisas com mais calma e consequentemente mais carinho/esmero nos arranjos e detalhes. Talvez as temáticas nem se distanciem tanto, mas certamente com mais experiência a gente tende a usar melhor a língua, o som das palavras, talvez estejamos até tocando um pouco melhor hoje também… não sei ao certo, mas gosto de acreditar que tudo muda e o tempo ajuda!

Pacóvios – E nesse meio tempo muita coisa acontece, né? Você resolveu esperar quatro anos para lançar um disco ou não foi uma coisa proposital?

Nevilton: Passou voando esse tempo todo, cara! Nesse meio tempo, fiquei testando formatos diferentes pra apresentar o trabalho: solo em violão e loop station, duo, trio, trio com percussão-batera-guitarra, quarteto e virou uma piscina sem fundo, a musica ganha novas caras e abordagens com toda essa historia. Também passei um tempo tocando com as Vespas Mandarinas, Seychelles, um projeto só de David Bowie com o Daniel Belleza, hoje estou tocando clássicos do rock brasileiro com o André Frateschi numa banda cheia de músicos que admiro… tudo foi acontecendo e quando vi já se passaram 4 anos desde o lançamento do meu ultimo disco! Já estou mais esperto para não demorar tanto para lançar um próximo! hahahaha

Pacóvios – Agora, além de Tiago Lobão nos baixos, você toca com André Dea na bateria, um baita power-trio! Como tem sido essa experiência?

Nevilton: Uma experiência maravilhosa! É sempre muito gostoso ter um trabalho em parceria com músicos tão bons e melhor ainda quando são pessoas tão queridas e que estão sempre de bem com a vida!!!

Pacóvios – Comenta um pouco como foi o processo de gravação do disco, mix, master…

Nevilton: O processo todo foi feito com muito carinho e cuidado. Desde as gravações das demos e pre-produção, aos testes de captação com diferentes microfones, em diferentes espaços e condições acústicas. Tive que escolher um caminho mais longo, já que ainda estou aprendendo nessa arte e ciência de gravações, mixagem e etc… a master fizemos com um parceiro muito talentoso lá de Portugal, chamado André Castro. E até os lançamentos dos singles, as versões “lado-B”, o processo de cada lançamento ate publicarmos o disco mesmo, tudo foi funcionando e fomos aprendendo com tentativas, acertos e erros.

Pacóvios – Pra deixar a galera que gosta do seu trabalho com a pulga atrás da orelha, além dos singles já divulgados, o que mais da pra adiantar do disco “Adiante” que sai daqui algumas horas?

Nevilton: O disco esta bem plural, tem porradas, tem valsinha, tem até musicas com um grau de brasilidades que a gente nunca tinha chegado a explorar, tem musica que o fio condutor é o violão, tem musica que a letra é um soneto com versos de 8 silabas, tem musica com solo de flauta, tem coral, tem piração e psicodelia… enfim, a gente se divertiu bastante fazendo, espero que todos também se divirtam ouvindo!

Pacóvios – Agora, fechando o nosso papo, a última pergunta é, na verdade, um espaço em branco. Assim pedimos para que você deixa uma mensagem aos nossos leitores.

Nevilton: Valeu pelo espaço e atenção, Cainan! Vida longa e prospera pra você e todos que se prestam a gerar mais espaços pra cultura. Um grande abraço para os leitores e parabéns por buscarem novas musicas e novos artistas, que a fonte de playlists, assuntos e criatividade de nós todos nunca seque!   o/