A voz mais bela que o rock já ouviu teria completado 70 anos de vida na última segunda-feira, Freddie Mercury nasceu em 5 de setembro de 1946, durante sua vida foi cantor, pianista, compositor e líder da banda Queen, além de ser um ícone bissexual, sim, por diversas vezes foi descrito como gay, mas na realidade era só mais um preconceito da sociedade com as pessoas bi.

Freddie Mercury, batizado em seu nascimento como Farrokh Bulsara, em Zanzibar na Tanzânia. Começou a ter aulas de piano ainda criança, com cerca de oito anos de idade, quando fora enviado para o colégio St. Peter Boarding School, uma escola só para meninos na cidade indiana de Bombaim.

Freddie Mercury em sua pré-adolescência

Freddie Mercury em sua pré-adolescência

Com doze anos de idade, montou sua primeira banda chamada The Hectics, juntos faziam apresentações em eventos em colégios, e, embora fosse apreciado por pessoas mais velhas, sofria muito bullying devido sua personalidade. Foi ainda nessa época que começou a ser chamado de Freddie por seus amigos.

Ele ganhou fama com a banda Queen devido a seu poderoso tom de voz e também suas apresentações únicas e energéticas, Mercury sempre envolvia a platéia quebrando a barreira entre artista e público. Os dois primeiros lançamentos da banda obteve sucesso relativo apenas no Reino Unido, porém com o disco “Sheer Heart Attack” a banda de hard rock ganhou projeção mundial.

A faixa “Bohemian Rhapsody” é, sem dúvida, um dos maiores clássicos da banda, a canção está no disco “A Night at the Opera”, foi ai que Mercury fundiu o rock and roll com a ópera e criou aquela que é, até hoje, considerada uma das maiores gravações musicais da história.

No ano de 1986 a imprensa britânica noticiava que Freddie havia sido diagnosticado como soro positivo, ou seja, ele estava com AIDS, durante muitos anos ele negou o fato. Porém em 1991 o vírus estava ganhando a batalha contra seu corpo, ele ficou cego e acabou por falecer vítima de uma broncopneumonia, acarretada pela AIDS.

Homenageado por diversos artistas, de diferentes formas e formatos, Freddie deixou sua marca no mundo e na história da música. Suas canções continuam tocando e muito provavelmente o Queen nunca será esquecido.