Banda de Niterói, morena morena, veio a São Paulo e tocou ao lado de Meu Nome Não é Portugas.

O mês de julho chegou ao final, depois de um longo e intenso inverno aqui em São Paulo, nós finalmente tivemos a oportunidade de sentir na pele alguns raios de sol e relembrar como é o tal do calor. Inclusive, saudades do calor. Durante esse mês falamos aqui no Sexta Efervescente sobre Dum Brothers, Marinho e Alpargatos. Hoje o destaque é pra banda morena morena, eles vieram do Rio de Janeiro e fizeram uma única data de show por aqui, tocando no Breve ao lado do Meu Nome Não é Portugas.

Em noite de sexta-feira, uma quantidade razoável de pessoa se encontrou na região do bairro Pompéia com o mesmo intuito: assistir ao show de Meu Nome Não é Portugas e depois ver os cariocas do morena morena, particularmente sou bem interessado no som desses dois projetos e apostei muitas fichas em suas respectivas apresentações ao vivo. Meu Nome Não é Portugas deu inicio aos trabalhos, em sua formação a banda traz Rubens Adati(Voz/Guitarra/Teclado), Max Huzsar (Guitarra), Zelino Lanfranchi (Baixo) e Rafael Carozzi (Bateria). Apresentando material de seu primeiro EP “e n d o p a s s  o s” (Banana Records) e do próximo trabalho, o “Sob Custódia da Distância”.

Quando o morena morena subiu ao palco, sem ao menos tocar um acorde, já chamou atenção. A formação é bem diferente daquilo que estamos acostumados ver acontecendo em shows ao vivo. Matheus Morena, João Lucchese e Thiago Fernandes brincam com influencias diversas, indo da bossa nova ao post rock em questão de segundos. No palco os três dividem espaço entre programações eletrônicas, guitarra e voz. Suas letras, por vezes começam calmas e intimistas, no decorrer vão ficando turvas, pra depois desaguar num rio de melancolia.

Eles lançaram há um ano o EP “Como uma Bússola Orbitando um Espaço Vazio”, o trabalho conta com cinco faixas, a repetição de melodias parece surgir de maneira espontânea e, embora visivelmente nervosos com o fato de estarem tocando em São Paulo pela primeira vez, a morena morena conseguiu chamar a atenção.

Os meninos de Niterói tem também um videoclipe que merece a menção honrosa neste breve textinho. “Abre Alas” saiu em março desse ano, a canção é uma prévia do trabalho novo que estão produzindo e deve sair muito em breve. O vídeo traz imagens de pessoas felizes curtindo o carnaval, mas consegue botar alguns questionamentos na cabeça de quem vê/ouve.

Confira: morena morena – “Abre Alas”