Sexta Efervescente: Estranhos Românticos lança primeiro disco homônimo

A banda carioca, Estranhos Românticos, é formada por quatro quarentões que ainda acreditam no amor, mesmo que de uma forma estranha. Esse quarteto estranho respira e transpira música desde os anos 80, entre seus integrantes está um diretor e editor de imagens (que já dirigiu Autoramas, O Rappa, Gerson King Combo, Gilberto Gil) e também um ex-VJ da penúltima tour dos Los Hermanos.

Marcos Muller (voz e guitarra), Mauk (baixo, guitarra e backing), Luciano Cian (teclado e backing) e Pedro Serra (bateria, percussão e backing), formaram a banda em 2014, passados dois anos, agora no começo de 2016, eles lançaram o álbum de estreia autointitulado com o nome da banda. O disco contou com a produção de JR Tostoi (Lenine, Vulgue Tostoi, Picassos Falsos, Nenhum de Nós, etc), e tem 12 faixas.

Estranhos Romanticos

Os Estranhos Românticos já lançaram dois clipes de músicas do primeiro disco, o primeiro clipe foi da música “Cinema Mudo”, gravado durante uma apresentação na casa alternativa Audio Rebel (uma das únicas no Rio), eles tiveram a ideia de pedir pro público gravar o show. Umas 17 pessoas gravaram com seus celulares e câmeras portáteis de vários ângulos diferentes, depois enviaram pra banda pela internet e o batera Pedro Serra fez a edição.

O segundo clipe lançado foi o de “Monalisa”, a banda convidou a Carol Kiss, uma personalidade da noite lá no Rio de Janeiro, para atuar na gravação do clipe. O vocalista Marcos Müller dirigiu e editou a 1ª versão do clipe, mas ele deixou uma parte do material de fora da edição dele, um tempinho depois Pedro Serra resolveu fazer uma edição alternativa.

“Como trabalhamos neste meio, temos vários amigos diretores que vão fazer clipes das outras músicas do disco. A ideia é lançar depois um dvd com clipes de todas as músicas. O próximo vai ser o de “Estranho Romântico”, dirigido por Ricardo Bruno, com cenas de filmes românticos antigos brasileiros.” Comenta o baterista Pedro Serra.

Rock barulhento que mistura indie, surf, groove, tropicália, new wave e punk tropical o resultado disso é um som ímpar, divertido, criativo e muito curioso. Impossível escutar uma só vez cada faixa. A banda ainda não fez nenhuma apresentação em outro estado brasileiro, além do Rio de Janeiro, cidade natal, no entanto já tocaram em Buenos Aires na Argentina e afirmam que “Os shows são energéticos e pilhéricos e incluem algumas versões de clássicos de artistas que os influenciaram, como Gang 90, Frankie Valli, Blondie e Roberto Carlos.”.

Ouça na íntegra o disco de estreia da banda Estranhos Românticos:

Cainan Willy

Cainan Willy, 22, é um carinha raro e quase caro, formado em Publicidade & Propaganda pela Universidade FIAM FAAM apaixonou-se pela música através de ídolos nacionais como Lobão e Júpiter Maçã. Atualmente é um dos fundadores do selo Cavaca Records e no seu tempo livre aparece aqui para escrever resenhas, relatos e eventualmente faz algumas entrevistas.