Tem algumas histórias em quadrinhos que nos faz parar alguns instantes para tentar entender o final, hoje estarei apresentando uma HQ que fez eu e alguns amigos a pensarem muito e a ficar com uma leve dor de cabeça, ‘A Última Pergunta’ é um conto de ficção científica de Isaac Asimov, sua primeira edição foi publicada em 1956 na revista Science Fiction Quarterly que você pode ler aqui.

Beleza mas quem foi Isaac Asimov? Ele foi um escritor e bioquímico, que também é considerado um dos mestres da ficção científica, nascido na Rússia entre 4 de outubro de 1919 e 2 de janeiro de 1920, não sabem a data correta de seu nascimento por falta de registro mas Isaac sempre comemorava seu aniverário no dia 2 de janeiro e chegou a falecer no dia 6 de abril de 1992.

Isaac Asimov - A Última Pergunta

Isaac Asimov

Ele também escreveu obras de mistérios e fantasias, e muitas outras de não-ficção, que no fim escreveu ou editou mais de 500 volumes, o cara escreveu muita coisa interessante em diversas áreas, em 1981 um asteroide recebeu seu nome em sua homenagem, o cara realmente era muito foda.

O conto ‘A Última Pergunta’ é  uma parte desconexa de uma série de contos sobre o computador ficcional chamado Multivac, é um dos mais aclamados contos do popular autor de ficção científica. Foi escolhido por ele próprio como o mais ambicioso e o preferido de sua autoria.

Resumo de A Última Pergunta:

A pergunta é feita pela primeira vez por um engenheiro embriagado a Multivac, um super computador com milhas de comprimento que havia acabado de desenvolver um método para suprir a humanidade de energia por incontáveis anos. A dúvida toma corpo pois, apesar do extenso período de abastecimento garantido, o universo há de ter um fim e, com ele, as fontes de energia. Faz-se então a pergunta: como salvar a humanidade, ou seja, “como reverter a entropia?”

O conto segue uma estrutura linear, mas que utiliza saltos de até bilhões de anos na história da humanidade, mostrando como em cada época a pergunta foi repetida a Multivac, e, invariavelmente, recebendo a mesma resposta: “Dados insuficientes para uma resposta significativa”. Este ciclo prossegue até o clímax do livro, um misto de religião, filosofia e ciência.

O cartunista Ryul transformou ‘A Última Pergunta’ em um belíssimo quadrinho que você vai pode ler abaixo:

E aí o que você achou? Comente e compartilhe com os seus amigos para uma discussão!

Créditos: Tradução por Ovelhas voadoras